Luciana de Lira

Luciana de Lira é maratonista das pistas e de IoT

Luciana de Lira já pode ser considerada veterana em IoT: trabalhou por muito tempo na Vivo e vendeu o primeiro projeto de Private LTE do Brasil (rede 4G privada) para a Vale, inclusive esse trabalho lhe rendeu 3 prêmios. Atualmente ela encabeça um novo projeto de Big Data e mídia no Grupo HBO (Warner Media / AT&T). Confira a entrevista com essa profissional que corrobora a nossa série #IoTéCoisaDeMulher.

Qual a sua formação e qual foi a sua trajetória profissional até este momento?

Sou Formada em Ciências Contábeis com pós-graduação em Marketing, tenho cursos de Big Data e Inteligência Artificial.  Sempre trabalhei com TI (IBM, Telefônica, Brasil Telecom, Oi e Vivo) e clientes B2B, vendendo Telecom e, nos últimos 3 anos, TI, Big Data e Projetos de IOT, uma área muito nova para as empresas de Telecom e, portanto, super desafiadora. Na Vivo eu atendia a clientes de mineradoras e agronegócios.

Quais os maiores desafios que você enfrenta na sua profissão por ser mulher? Já sofreu algum tipo de preconceito?

É um desafio trabalhar no mundo de tecnologia. Sempre ouço: “você tem certeza de que vai visitar uma mina?” Ou “você realmente entende de IoT?”

Como você enxerga o cenário de IoT no Brasil e a atuação da mulher nesse nicho específico?

O mercado de IoT está crescendo exponencialmente, principalmente no campo e nas empresas mineradoras, e vejo muita mulher atuando. Tive colegas em IoT em áreas como eficiência energética, gestão de frotas etc. Mas nunca encontrei mulheres nos clientes que atendi. Ainda é um mundo muito masculino.

Que conselho você daria a uma mulher que queira trabalhar com tecnologia / IoT?

Para que elas não baixem a cabeça caso recebam olhares desaprovadores, que estudem muito o mercado, pois é uma área desafiadora e instigante ao mesmo tempo.

Quem inspirou você na sua trajetória profissional?

Profissionalmente Daniela Cachich, por inspirar e incentivar todas as mulheres no mercado de trabalho. Na minha vida me inspiro e me orgulho da minha mãe, que criou 3 filhos sozinha e sempre nos ensinou que devemos lutar por aquilo que queremos e acreditamos.

Compartilhe!

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *